Lula e Marisa são intimados para novo depoimento e tentam frear investigações no STF

O ex-presidente Lula e sua mulher, Marisa Letícia, foram intimados novamente a prestar depoimentos sobre o tríplex do Guarujá

A Promotoria criminal em São Paulo solicitou novas declarações sobre o caso. Os depoimentos do casal e do filho mais velho, Fábio, o Lulinha, estão marcados para a próxima quinta-feira (3), no Ministério Público paulista.

A defesa do petista entrou nesta sexta-feira (26) com recurso junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar frear as investigações sobre as possíveis propriedades do ex-presidente. as informações são da matéria publicada hoje (27) no jornal O Estado de S. Paulo.

O promotor Cássio Conserino trabalha com a hipótese de crime de lavagem de dinheiro por meio de ocultação de patrimônio.

A primeira acareação estava marcada para dia 17 de fevereiro, mas foi suspensa por uma liminar do Conselho Nacional do Ministério Público a pedido do deputado Paulo Teixeira (PT-SP). No entanto, na última terça-feira (23), por unanimidade, o Conselho Nacional do Ministério Publico destravou o caso e autorizou o promotor paulista a dar continuidade à investigação.

Além do casal serão ouvidos o empreiteiro Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, um engenheiro da empresa, Igor Pontes, e ex-dirigentes da Cooperativa Habitacional dos Bancários do Estado de São Paulo (Bancoop).

Na próxima quarta-feira (2), Conserino irá para Curitiba para ouvir o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, que presidiu a Bancoop entre 2004 e 2010. Vaccari foi denunciado no caso Bancoop sob acusação de gestão fraudulenta e formação de quadrilha. O ex-tesoureiro está preso desde abril de 2015, réu na Lava Jato.

Postar um comentário

0 Comentários