Marconi e Ana Carla ainda estão calados sobre matéria da ‘Exame’

O governador Marconi Perillo (PSDB) e a secretária da Fazenda Ana Carla Abrão ainda não disseram nada da matéria da revista Exame de um mês atrás que mostrou o descontrole das contas públicas em Goiás

O governador Marconi Perillo (PSDB) e a secretária da Fazenda Ana Carla Abrão ainda não disseram nada da matéria da revista Exame de um mês atrás que mostrou o descontrole das contas públicas em Goiás. Além de confirmar o que todos os goianos já sabiam (que o governador Marconi Perillo fez sim pedaladas fiscais em 2014), a revista Exame de 23 de dezembro também havia revelado, em comparação com outros Estados, que Goiás é uma das unidades da federação em pior situação econômica.

As palavras da revista Exame foram contundentes: "Goiás é um dos estados em pior situação. Os atrasados correspondem a 1,1 bilhão de reais, perto de 6,5% das receitas goianas". Esse 1,1 bilhão de reais é apenas a dívida reconhecida. Entre outras dívidas não-reconhecidas em sua totalidade estão passivos com empreiteiros, organizações sociais e outros fornecedores do Estado. Não há dúvida que a situação de Goiás é mesmo uma das piores do Brasil, como aponta a revista Exame.

Segundo Fernando Carneiro, do Ministério Público de Contas, “o que houve em Goiás foi a pedalada fiscal, só que com o nome de alavancagem financeira. Devemos ver que, proporcionalmente, em Goiás, essas pedaladas foram muito mais sérias que na União. E só pegarmos o orçamento da União e o percentual de pedaladas e compararmos com o orçamento estadual e as pedaladas daqui”.

O relatório do TCE sobre as contas de 2014 aponta saldo negativo do Tesouro Estadual com a conta centralizadora no montante de R$ 1,492 bilhão. Mas nada disso é comentado por Marconi e Ana Carla.

Postar um comentário

0 Comentários