Usina Hidrelétrica de Igarapava realiza simulado de evacuação nas regiões de Delta, Uberaba e Igarapava

 

 

A Usina Hidrelétrica de Igarapava está se preparando para realizar mais um simulado de evacuação como parte de suas medidas contínuas previstas no Plano de Ação de Emergência (PAE). O exercício será realizado dia 16 de setembro, às 8h, e tem como objetivo capacitar a população de Delta e das zonas rurais de Uberaba e Igarapava (SP), que vivem às margens do Rio Grande para atuação em caso de emergências e testar as rotas de fuga e sistema de alerta (sirenes) já implementados em 2019.

O gerente geral do Consórcio Igarapava, Cláudio Antônio da Silva, explica que o simulado é um exercício preventivo e educativo com o envolvimento da comunidade e, embora a participação seja voluntária, a UHE Igarapava reforça a importância de a população se capacitar. “É fundamental que todos conheçam as mensagens das sirenes, as rotas de fuga e os pontos de encontro para a construção permanente de uma cultura de segurança”, explica Cláudio.

Ainda de acordo o gerente geral, as barragens seguem estáveis e seguras e essa rotina de gestão do sistema de alerta visa acompanhar o correto funcionamento das sirenes, em cumprimento à legislação vigente. “De acordo com a Aneel, a barragem da Usina Hidrelétrica de Igarapava está classificada na categoria de risco B, indicando que tem todas as condições de segurança necessárias para o funcionamento. Além de capacitação da população, os simulados preventivos visam certificar que as sirenes instaladas nas estações remotas estão recebendo adequadamente o comando de acionamento. Mesmo usinas hidrelétricas em condições normais de segurança devem realizar as ações preventivas”, enfatiza.

Dinâmica

A atividade será promovida pelo grupo de trabalho composto pelas Defesas Civis Municipais de Delta, Uberaba e Igarapava, Defesas Civis Estaduais de MG e SP, Corpo de Bombeiros de MG e SP, Polícia Militar e Federal dos estados de MG e SP, Usina Hidrelétrica de Igarapava, Tiro de Guerra de Igarapava, Delta Sucroenergia, Raízen, e a população localizada à jusante da UHE Igarapava. Cerca de 50 profissionais se mobilizam para a ação.

Às 8h da manhã o grupo de trabalho estará reunido no Centro de Comando Geral, que será montado no Centro de Eventos de Delta. Às 10h, sob o comando unificado do corpo de bombeiros e defesas civis, as 13 sirenes serão acionadas simultaneamente ecoando por uma grande área na divisa entre São Paulo e Minas Gerais. A população das áreas que já foram previamente informadas, deve seguir pelas rotas de fuga em direção aos 28 pontos de encontro definidos previamente no PAE.

Em seguida, sob coordenação da Defesa Civil, os participantes responderão a questionários para que a ação seja avaliada, podendo também tirar dúvidas sobre o PAE.

Sobre o PAE

O Plano de Ação de Emergência (PAE), tem como objetivo alinhar o valor de Segurança da UHE Igarapava ao estabelecido na Lei Federal nº 12.334, de 20 de setembro de 2010 (Política Nacional de Segurança de Barragem) e à Resolução Normativa nº 696, de 15 de dezembro de 2015 da ANEEL, (Critérios para classificação, formulação do Plano de Segurança de Barragens (PSB) e a realização da Revisão Periódica de Segurança em barragens).

Implantado em 2019, numa parceria com as Defesas Civis e Corpo de Bombeiros de Minas Gerias e São Paulo, prefeituras municipais de Igarapava, Delta, Uberaba, Aramina, Água Cumprida, Conceição das Alagoas e Miguelópolis e Consórcio da UHE Igarapava em toda área à jusante da Usina.

O documento estratégico estabelece diretrizes e procedimentos detalhados capazes de suportar uma resposta eficaz a emergências, que podem colocar em risco a segurança da população localizada a jusante da UHE Igarapava.

Sobre a Usina Hidrelétrica de Igarapava

A Usina Hidrelétrica de Igarapava está localizada no Rio Grande, entre os municípios de Igarapava e Rifaina em São Paulo, Conquista e Sacramento em Minas Gerais. Formada por 5 unidades geradoras, com capacidade instalada total de 210 MW, a usina foi pioneira no Brasil na utilização dos grupos turbogeradores tipo "Bulbo", desenvolvidos com o objetivo de tornar técnica e economicamente viável o aproveitamento de baixas quedas na geração de energia elétrica.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas