Alego homenageia profissionais do Hetrin, HEF e HCN que atuam para o sucesso do transplante de órgãos em Goiás

Homenagem entregou certificados de reconhecimento a 100 pessoas, entre profissionais e gestores que se destacam no processo de doação e transplante

Profissionais do Hetrin, HEF e HCN recebem homenagem em nome ds Hospitais


O Governo de Goiás, por meio da Central de Transplantes da SES/GO, em conjunto com o deputado estadual Wilde Cambão, realizou na última terça-feira (19/09), uma sessão solene para homenagear os profissionais que atuam nos processos de doação e transplante de órgãos e tecidos em Goiás. A homenagem aconteceu no plenário Iris Rezende Machado, da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), onde foram entregues certificados de reconhecimento a 100 representantes de hospitais, corpo de bombeiros, SAMU, órgãos, médicos, laboratórios e parceiros que têm desempenhado um papel fundamental na promoção da doação de órgãos em Goiás.

Na ocasião, o Hospital Estadual de Trindade (Hetrin) esteve representado pelo gerente administrativo Wendel Borges; pela coordenadora de enfermagem da UTI, Bruna Soares, e pelo coordenador médico da UTI, Dr. Oliver Vilanova, sendo estes dois últimos também representantes do Hospital Estadual de Formosa (HEF). Já pelo Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN), estiveram presentes o diretor assistencial João Batista da Cunha e a coordenadora de enfermagem das UTIs Adulto, Leide Vaniele Ribeiro.

As unidades têm desempenhado um papel fundamental na promoção da doação de órgãos e no salvamento de vidas por meio de transplantes. Com equipes médicas capacitadas e infraestrutura adequada, as unidades do Hetrin e do HCN, que são geridas pelo Instituto de Estudos, Medicina e Desenvolvimento (IMED), já realizaram mais de 10 captações, demonstrando comprometimento e eficiência nesse importante processo. Essas captações têm permitido que pacientes em estado grave tenham uma nova chance de vida, graças à generosidade de doadores e suas famílias.

 

Novo sentido à vida


Uma das pessoas homenageadas na solenidade foi Lucélia Aparecida Marques, que se submeteu a um transplante renal. Ela tem lúpus eritematoso e, em função da doença autoimune, contraiu insuficiência renal. “Sou extremamente grata a todas as pessoas, inclusive as anônimas, que atuaram na realização do meu transplante. A humanização dentro da saúde traz uma recuperação mais rápida”, afirmou. Ela explicou que é muito difícil, quando se tem uma doença, ser impossibilitada de fazer coisas simples. “Quando eu tinha insuficiência renal, não podia beber um copo de água. O transplante salvou a minha vida”.

A gerente de Transplantes da SES-GO, Katiúscia Christiane Freitas, agradeceu a todos os profissionais envolvidos no processo de doação e transplantes e enfatizou que a equipe da Gerência de Transplantes trabalha noite e dia com o propósito de sensibilizar as famílias e executar os procedimentos necessários à realização de transplantes para amenizar a dor de mais de 65 mil pessoas que integram a lista de espera do Sistema Nacional de Transplantes.

Em seu discurso, a secretária-adjunta da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), Anamaria Arruda, enfatizou a relevância da conscientização sobre a doação de órgãos. “Precisamos encarar a doação como uma forma de dar um novo significado. É compreender que a partida de um ente querido pode dar um novo sentido à vida de outra pessoa. Que a conscientização sobre a doação não esteja limitada apenas ao mês de setembro, mas seja uma prática que ocorra durante todo o ano.”

 

Assessoria de Comunicação

Yasmin Bernardes com informações da Secretaria de Saúde de Goiás

Fotos: Iron Braz (SES), William Rosa e Yasmin Bernardes.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas