Em reunião com a bancada de Goiás, Placido Cunha protocola pedido de recurso para construção de viaduto em Valparaíso de Goiás

Um dos primeiros articuladores do projeto de viaduto na cidade de Valparaíso de Goiás, Placido Cunha esteve reunido com deputados federais de Goiás, na última quarta-feira (9), para definir no gabinete de segurança, as emendas de bancada para a Lei Orçamentária Anual 2023


Foto: Divulgação.

Na oportunidade, Placido Cunha, com apoio do deputado Federal Professor Alcides, sugeriu recurso para construção de viaduto em Valparaiso de Goiás, que não só ligará os bairros Valparaizo I e  II, mas resolverá um problema grave de mobilidade urbana na BR 040.

Plácido destacou a importância da reunião para dialogar com a bancada federal goiana. "Viemos tratar de diversos aspectos importantes para Valparaíso de Goiás e região, a exemplo da questão dos viadutos, que tem o objetivo não apenas de ligar os bairros, mas consiste primordialmente em uma solução plausível para os problemas de mobilidade que atingem não só os moradores valparaisenses, como também toda região do Entorno que utiliza diariamente a Via 040, como os trabalhadores de Cristalina, Luziânia, Jardim Ingá e Cidade Ocidental. O que proporcionará ainda maior segurança e fluidez no tráfego", evidenciou.

A Emenda de Bancada, tem um valor total de 250 milhões, que devem ser divididos em projetos com a aprovação de todos os deputados presentes. A previsão é que sejam destinados 60 milhões de reais para as obras de construção do viaduto. O Deputado Célio Silveira, auxiliado por Pábio Mossoró, também fizeram voto à questão.

A BR-040 tem mais de 1 mil quilômetros e passa por regiões como Minas Gerais, Goiás e Rio de Janeiro. Ela liga a capital a municípios goianos como Valparaíso e Luziânia.  

No trecho entre o Distrito Federal e o Entorno, foi a rodovia federal que registrou mais acidentes em 2019 e 2020.

Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) mostram que 1.314 ocorrências de trânsito foram contabilizadas na estrada nos últimos dois anos.

O maior número de acidentes foi do tipo colisão traseira, com 336 registros. Em seguida, estão as colisões laterais (253).

Placido destacou ainda que outros projetos para melhorar o trânsito na região já foram protocolados. "Não medimos esforços para trazer recursos para construção de obras e serviços para a população de nossa cidade", destacou Placido.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Últimas