Projeto Bike BH lança novo aplicativo com diversas melhorias para os usuários

Além do layout, o aplicativo tem novas funcionalidades como a possibilidade de fazer reserva de uma bicicleta e mais opções de passes. O Projeto Bike BH é patrocinado pela Unimed-BH

Foto: Pedro Gontijo.

Os usuários do Projeto Bike BH, que disponibiliza bicicletas compartilhadas na Lagoa da Pampulha, têm à disposição um novo aplicativo, mais moderno e fácil de navegar. Entre as novas funcionalidades, os usuários agora podem fazer a reserva de uma bicicleta e têm novas opções de passes, entre eles, o passe diário válido por 24 horas. O novo aplicativo entrou em vigora na terça-feira (19/07).

O usuário pode adquirir o passe diário no valor de R$ 6,00, a assinatura mensal no valor de R$ 25,00 ou o passe lazer por R$ 10,00. No passe diário, o usuário pode usar a bicicleta à vontade por 24 horas, mas tem que respeitar as regras de uso, que inclui a devolução na estação a cada 60 minutos. Já o passe lazer dá direito a 3 horas de uso. O novo aplicativo também traz diversas melhorias em seu layout e novas funcionalidades como: reserva de uma bicicleta, não precisando mais, obrigatoriamente, estar presente na estação para retirá-la. A reserva pode ser realizada por até cinco minutos.

Outra novidade é que a malha cicloviária também está disponível no mapa do aplicativo, o que facilita a visualização das rotas e deslocamentos. Outro diferencial é a praticidade para atualização de informações por parte do próprio usuário, não precisando mais entrar em contato com o call center para solicitar alteração de dados pessoais. O usuário tem ainda uma maior segurança através da validação do cadastro por selfie na compra do passe, evitando a clonagem de dados e cadastros falsos. No novo aplicativo é possível a visualização do histórico de viagens e histórico de pagamentos.

Segundo o Diretor Comercial da Serttel, empresa responsável pela operação, as melhorias trazem mais segurança para quem utiliza o serviço e atendem às principais solicitações dos usuários. “A ampliação do horário de uso para 60 minutos é uma demanda antiga dos próprios ciclistas que usam o serviço e que sempre ficam com a bike por mais tempo”, afirma Israel Leite.

Sobre a operação
Lançado em setembro de 2019, o projeto Bike BH é executado através do Termo de Credenciamento da Serttel, com apoio da Unimed-BH. A Serttel tem expertise na prestação do serviço, pois está à frente do sistema desde a implantação do projeto em diversas capitais brasileiras. O Sistema Bike BH é composto por estações inteligentes, conectadas a uma central de operações via wireless, distribuídas em pontos estratégicos da cidade. A pessoa cadastrada pode retirar uma bicicleta, utilizá-la em seus trajetos e devolvê-la em qualquer estação.

Informações sobre passes e tarifas:
Passe Diário: R$ 6,00 (seis reais) por dia e tempo da viagem de 60 minutos, por quantas vezes quiser durante 24 horas, respeitando as regras de uso;

Assinatura Mensal: R$ 25,00 (vinte e cinco reais) por mês e tempo da viagem de 60 minutos, por quantas vezes quiser durante 30 dias, respeitando as regras de uso;

Assinatura Lazer: R$ 10,00 (dez reais) para 3h;

As tarifas apresentadas serão penalizadas com a cobrança de R$6,00 a cada 60 minutos.

Novo aplicativo
Para se tornar um usuário, basta baixar o aplicativo do Bike BH pelo Play Store ou Apple Store e fazer o cadastro. É necessário possuir cartão de crédito.

SERVIÇO: Projeto Bike BH - Bicicletas compartilhadas
Onde: em toda a Orla da Lagoa da Pampulha
Estrutura: 14 estações de compartilhamento | 100 bicicletas disponíveis

Postar um comentário

0 Comentários