Hospital Estadual Centro-Norte Goiano recebe primeira turma de estágio em medicina

 

Iniciativa é o primeiro passo do HCN em direção a se tornar um hospital escola

Foto: Divulgação

O Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano recebe sua primeira turma de estudantes de medicina para estágio e amplia ainda mais suas atividades na região e no Estado de Goiás. Os estudantes do sexto ano do curso de medicina têm a oportunidade de aprender o ofício da profissão com a equipe hospitalar e ainda podem realizar rodízio entre diversas áreas de atendimento do HCN.

Nesta última semana, aconteceu na unidade o acolhimento dos alunos, dando início à parte prática do projeto, que traz grandes benefícios aos estudantes universitários e ao HCN. A encontro contou com a presença do corpo diretivo do hospital, que apresentou toda a estrutura do espaço e a proposta de estágio para os alunos. Estes foram recebidos com coffee break e apresentação do corpo médico responsável por guiá-los durante seu estágio. 

Projeto Hospital Escola 

A iniciativa faz parte de um projeto maior do Hospital junto à Secretaria Estadual de Saúde de Goiás, a fim de que o local futuramente se torne um hospital escola. O projeto se inicia com uma parceria entre o HCN e a Faculdade de Medicina da Universidade de Rio Verde (UniRV).  

Para o professor Leandro Urzeda Menezes - médico e diretor da faculdade de medicina UniRV -, desde 2020, já existia o sonho da inauguração do HCN, para que os alunos pudessem contar com um campo de estágio. Agora, com a iniciativa, os estudantes “terão oportunidade de estar em contato com o que de melhor a estrutura hospitalar tem a oferecer, entre equipamentos e profissionais, para promover a saúde", afirma Menezes.

Os estudantes terão a oportunidade de aprendizado em um dos hospitais de referência no Estado, com espaço para prática em diversas áreas, como cirurgia, clínica médica e pediatria.  O estágio é realizado na forma de rodízio, para que os alunos possam trabalhar e aprender com os profissionais do hospital, atendendo à população e elevando ainda mais o nível de qualidade do HCN.

Outro fator de destaque é o ganho que a população terá com esse projeto. “Os alunos, ávidos por conhecimento, exercerão a prática médica sob o rigor técnico-científico de seus preceptores, altamente qualificados e capacitados para tal, trazendo segurança e humanização assistencial aos pacientes. Este fato tem importância relevante para as instituições envolvidas, uma vez que se dispõem a mudar o cenário regional no que tange o ensino médico e a pesquisa científica em saúde,” afirma Eder Souza, diretor do Núcleo Hospitalar de Epidemiologia do HCN. 

Regionalização da Saúde

Além disso, o projeto busca também cumprir outras metas do HCN, como a formação de novos médicos e implantação de novos serviços fora dos grandes centros urbanos, levando a saúde para locais onde o vazio assistencial se fazia presente. Vale lembrar que o estágio curricular obrigatório faz parte da grade curricular do curso de medicina e é requisito básico para a formação de qualidade dos estudantes.

Este é o caso de Renato Vaz de Siqueira, acadêmico de Goianésia, que se mudou para Uruaçu a fim de realizar seu estágio no hospital. Para Renato, a estrutura do hospital e sua grande capacidade tecnológica foram os atrativos que o fizeram decidir vir para o HCN. “Está sendo um ótimo estágio. Quando a faculdade nos deu a oportunidade de estagiar no HCN, eu não pensei duas vezes em vir para cá. E, de fato, está suprindo todas as expectativas que eu tinha do hospital”, garante.  

Atendimento de Qualidade

Os estudantes são auxiliados por toda a equipe hospitalar, com seus preceptores e tutores durante sua estadia no HCN. “Estamos tendo contato com casos complexos, com as mais variadas enfermidades. Temos à disposição exames sofisticados que são realizados nos pacientes, além de dedicada equipe multidisciplinar com quem aprendemos muito.” afirma Siqueira.

A intenção é atender cada vez mais casos de alta complexidade sem que haja necessidade de deslocamento do paciente, já que hoje o HCN é uma das maiores unidades de saúde do Estado, e sua complexidade em atendimentos também está andando no mesmo ritmo. Isso, sem dúvida, fará com que nova iniciativa, de receber estagiários, forme profissionais de altíssimo nível. 

Para o diretor do Núcleo Hospitalar de Epidemiologia do HCN, “este é um marco histórico que põe o HCN no cenário do desenvolvimento técnico, científico, tecnológico, humano e social, mudando a realidade do Centro-Norte Goiano, abrindo as portas para novas turmas das mais diversas profissões da área da saúde”, finaliza Souza. 


Postar um comentário

0 Comentários